# A VERDADEIRA CONCORRÊNCIA #

Todo concurseiro fica curioso para saber a demanda candidato vaga do concurso que vai encarar, o que é super natural. Em alguns casos a banca examinadora publica as demandas, em outros não.

A grande questão é que muitos imaginam que quanto mais pessoas inscritas, mais difícil será o concurso; o grande fato é que isso não é verdade, pelo menos não na grande maioria dos casos.

É interessante notar como os números costumam assustar. Quem não treme nas bases ao ver que deverá vencer 1.000 concorrentes para alcançar uma das vagas de um concurso? Mas o mais interessante é que na grande maioria das vezes, os números não passam disso: números.

Quantos realmente estudam? Quantos realmente se preparam para uma prova de concurso? Eu costumo dizer que independente do número de inscritos, apenas 10% são verdadeiros concorrentes. Posso estar enganado, mas a verdade é que esse número não varia muito, podendo até chegar a 20%, mas em pouquíssimos casos. Vendo por esse prisma, aquele número astronômico já não assusta tanto, concordam? É sabido que a grande maioria são “aventureiros”, pessoas que ainda hoje acreditam no “poder” do chute, e depositam todas as suas expectativas na “sorte”, muitas vezes a grande culpada pelos fracassos. A sorte existe no universo dos concursos, mas ela não passa de um, apenas um dos fatores – talvez o menor deles – que englobam todo o complexo sistema.

De qualquer forma, e o que vou dizer agora posso afirmar com todas as letras, a concorrência real em qualquer concurso – independente do órgão e da quantidade de vagas – é na realidade de 1 candidato por vaga.

É isso mesmo que você leu, 1 candidato por vaga. O verdadeiro concorrente a ser batido é você mesmo! Faça o teste: vença a sua preguiça, vença a sua falta de disciplina, vença o seu imediatismo e a sua impaciência, vença sua baixa autoestima e procure a todo custo acreditar na sua força de vontade. Vença tudo isso (e acredite em você mesmo) e posso lhe assegurar: a vaga será sua! É claro que isso não descarta o fato de que existem muitas pessoas preparadas, mas ao vencer a si mesmo e acreditar na superação dos seus limites, você estará muito mais próximo da vaga tão sonhada.

RESUMO DA ÓPERA – Sendo assim, da próxima vez que visualizar a demanda candidato vaga de um concurso, não se assuste, mesmo que isso possa parecer uma barreira instransponível. Lembre-se dos 10% – e faça parte deles, e do concorrente que realmente precisa ser batido: você mesmo!

Alisson Felipe é servidor público, concurseiro e autor do primeiro romance concurseiro da literatura brasileira entitulado “APROVAÇÃO”.
    Gostou? Compartilhe!

    One Comment

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *